familia 4

    Este exercício é muito fácil e muito gratificante. Você e sua família vão agradecer pelos benefícios obtidos.
    Com este exercício, a pretensão é que qualquer desavença que porventura haja na família seja minimizada e, até mesmo, curada.
    É útil também, para reforçar os laços familiares, mesmo onde tudo está correndo às mil maravilhas.
    Os passos iniciais são os mesmos dos outros exercícios, ou seja:
    Esteja em um lugar confortável e quieto.
    Pouca luz ou penumbra, se desejar.
    Certifique-se de não ser interrompido (a).
    Música suave, relaxante, em volume baixo.
    Acomode-se em uma poltrona, ou outro móvel que prefira.
    Você pode também, sentar-se no chão sobre almofadas ou tapete. Mantenha a coluna reta; encoste-se, apoie as costas, onde preferir.
    Primeiro leia o texto do exercício, memorize o quanto puder e imagine-se fazendo mentalmente o que ele descreve, só depois “feche os olhos.”
    Recomendo (se necessitar) que leia os exercícios anteriores.
    Feito isso, feche os olhos e comece.
    Agora pense, imagine que todas as pessoas de sua família vão ser fotografadas contra um fundo branco.

tubo de luz violeta

    Pense que todo o grupo, inclusive você, está sendo abraçado por uma luz violeta (1), como se fosse uma chama ou mesmo um tubo, que vem a partir dos pés e sobe até a cabeça.
    Aguarde uns segundos para que isso aconteça.
    O quanto puder, intensifique essa luz violeta e torne-a vibrante e ardente.
    Mantenha esse pensamento, essa imagem, por cerca de dez segundos.

tubo de luz rosa

    Agora, lentamente, pense que a cor violeta está mudando para a cor rosa (2).
    Aguarde uns segundos para que isso aconteça.
    Em pensamento, veja todo o grupo, incluindo você, mergulhado (a), envolvido (a) nessa cor rosa.
    Intensifique a cor rosa, essa luz rosa.

raios branco e dourados 1raios branco e dourados 2

    A seguir, pense, imagine que todo o grupo está sendo banhado por luzes brancas (3) e também com raios dourados (4).
    Aqui, dê asas a sua imaginação, pode pensar, visualizar pontos de luz, cometinhas, etc., e raios dourados.
    Aguarde uns segundos para conseguir isso.
    Mantenha esse pensamento, essa imagem, por uns dez segundos.
    Agora, já com grande energia benéfica envolvendo o grupo e você, peça paz, amor, saúde, harmonia e muita união amorosa para todos.
    Com o pensamento, agora, leve essa imagem de sua família banhada em luzes branco-dourado para dentro
do seu coração.
    Enquanto isso, erga suas mãos com as palmas viradas para cima, para os lados e para o alto.

mãos de luz 1mãos de luz 2

    Veja, com o pensamento, uma esfera de luz branca vir depositar-se em cada uma de suas mãos.
    Invoque a proteção do Altíssimo para você e seus familiares.

sol e terra 1sol e terra 2

    Agora, um sol resplandecente espalha seus raios de luz sobre todo o nosso planeta.
    Mantenha esse pensamento, essa imagem, por cerca de dez segundos.

maos rezando

    Agora, pense que você “abraça a foto de sua família” e carinhosamente, com as mãos unidas em posição de prece, “traga a foto” até a altura do seu coração.
   Mentalmente faça uma oração de sua preferência e faça seus pedidos finais e, por último, agradeça ao seu Deus, ao Deus do seu coração, por amparo, proteção e assistência permanentes.
   Devagar vá voltando a objetividade; movimente os pés, as mãos, ..., quando sentir que está pronto (a), abra os olhos.
    Repita este exercício quando puder e quantas vezes desejar.

Nota:- significado das cores:

(1) Violeta é a cor da transmutação, da transformação da negatividade, da purificação do mal físico – mental – espiritual em forças positivas do bem..
(2) Rosa é a cor do chacra cardíaco, é a cor do amor, da afetividade, da harmonia amorosa, dos sentimentos nobres e superiores.
(3) Branco é a cor da iluminação, das forças celestes, do bem, da pureza, da elevação a níveis superiores de compreensão, bondade, compaixão, misericórdia.
(4) Dourado é a cor do Poder Maior, do engrandecimento da alma, do enobrecimento do Espírito, da Presença Unificada de Deus.

Por Dalva Helvig Nikolak

familia 3

luz 6

luz

CASULO DE LUZ

    Para iniciar este exercício recomendo executar como os anteriores, ou seja:
    Esteja em um lugar confortável e quieto.
    Pouca luz ou penumbra, se desejar.
    Certifique-se de não ser interrompido (a).
    Música suave, relaxante, em volume baixo.
    Acomode-se em uma poltrona, ou outro móvel que prefira.
    Leia o texto, memorize os passos, não há problema se esquecer ou saltar alguma coisa, lembre SEMPRE, que ter INTENÇÃO sincera já basta para você ser bem sucedido(a).
    Feito isso, feche os olhos e comece.
    Quero que você visualize, quero que você pense e sinta uma luz brilhante, NO ALTO DA SUA CABEÇA.

luz acima da cabeça umluz acima da cabeça tres

    Deixe que a sua mente escolha a cor desta luz.
    Aguarde um momento, para que você visualize essa luz e da cor que sua mente escolher. (Pausa)
    Pense ou imagine agora, que essa luz, na cor que você imaginou, está se espalhando POR TODO O SEU CORPO, passando por cada tecido, passando por cada órgão, passando por cada fibra, e ao passar por cada célula do seu corpo, vai proporcionando regeneração e revitalização completa. E essa luz, nessa cor, vai te livrando de todas as dores, vai te livrando de todos os males e vai te livrando de qualquer doença.

derramando luz

    Essa luz vai te mantendo deliciosamente relaxado(a).
    Você está em paz e tranquilo(a).
    Agora veja, sinta essa luz se espalhando para baixo, a partir do topo da sua cabeça. 

luz 5

    Essa luz vai descendo por sua TESTA, vai passando por trás dos seus OLHOS e vai te proporcionado mais tranquilidade e paz.
    Você pode ver agora, a luz descendo do COURO CABELUDO e se espalhando pelo seu MAXILAR e vai te proporcionando mais tranquilidade.
    Agora a luz está fluindo pelo seu PESCOÇO. Está suavizando a GARGANTA.
    Essa luz, nessa cor, está revitalizando todas as células do seu pescoço e garganta.
    Imagine, pense e sinta que essa luz que está se espalhando pelos seus OMBROS, está curando cada músculo, está curando cada nervo. Está curando cada célula do seu corpo.

luz acima da cabeça 4

    Veja agora, que essa luz, está fluindo do alto das suas COSTAS e PEITO. Está passando pelo seu coração, que bombeia a luz através de cada vaso sanguíneo do seu corpo.
    Está agora reluzindo em seus PULMÕES.
    Daí se espalham pelos dois BRAÇOS, se estende pelas MÃOS e DEDOS.
    Agora a luz está se espalhando por sua ESPINHA DORSAL, do seu cérebro para a base da espinha.
    A luz está fluindo ao longo de todo o seu sistema nervoso, para cada músculo e para cada célula do seu corpo.
    Uma a uma, as células do seu corpo vão se revigorando.
    Você está calmo(a) e seguro(a) de si.
    Veja agora a luz se espalhando pelo seu ABDÔMEN, fluindo pelos seus QUADRIS, acalmando toda e qualquer tensão. Te libertando de qualquer desconforto.
    Agora, deixe essa luz fluir pelas suas PERNAS, percorrendo todo o caminho até os seus PÉS e DEDOS.
    Desse modo, essa luz preenche todo o seu corpo.
    Você está muito, muito tranquilo(a).
    Agora visualize, pense que essa luz, nessa cor, RODEIA SEU CORPO por completo. É como se você estivesse em um casulo totalmente envolto em luz.

tubo de luz 9tubo de luz luz 10

    Ele protege. Ele relaxa. Te revigora.
    Finalmente, restabelece o funcionamento pleno e saudável de todas as células do seu corpo.
    Por mais alguns instantes, mantenha essa imagem no seu pensamento. De que essa luz rodeia seu corpo por completo, como se você estivesse DENTRO DE UM CASULO totalmente envolto em resplandecente luz.
    Enquanto você retém essa imagem e esse pensamento, vá apreciando a doce música que você escolheu para este momento.
    Em seguida, vá sentindo o seu retorno a objetividade; movimente os pés, mãos; quando sentir que já está bom assim, abra os olhos; esteja no aqui e agora.

    Repita este exercício quando puder e quantas vezes desejar.

por Dalva Helvig Nikolak                    

 

concentracao 4

concentracao 8

                                                  CONCENTRAÇÃO

    O uso da imaginação é um dos componentes vitais para o êxito da hipnoterapia e também, auto-hipnoterapia.
    Sua imaginação é, possivelmente, uma das maiores dádivas que possui, e depende de você cuidar dela e melhorá-la.
          Apesar de muitas pessoas afirmarem possuir uma imaginação visual pobre, isto, de fato, não é verdade. Como qualquer outra parte do corpo, ela pode ter se enfraquecido por falta de uso, mas é um fato que as únicas pessoas que não têm a habilidade de “ver” claramente em suas mentes, são as que nasceram cegas. Qualquer um que enxerga - ou que já foi capaz de fazê-lo - é passível de visualizar. Se sente que seus poderes de visualização não são tão fortes quanto poderiam ser, existe uma série simples de exercícios que pode praticar para melhorá-los.
          1. Escolha um objeto simples do seu dia-a-dia (talvez um vaso, uma jarra ou um abajur). Estude aquele objeto por vários minutos. Não olhe simplesmente para ele e pense consigo mesmo “Isto é uma jarra” e pare por aí. Observe-o em detalhe. Preste atenção no seu formato, sua cor, como é o encaixe da alça, etc. Agora feche os olhos e tente visualizar aquele objeto em sua mente, vendo-o com a precisão de detalhes como anteriormente. Se achar difícil, simplesmente abra os olhos e dê uma outra olhada antes de fechá-los e repetir o processo.
          2. Uma vez que sinta que pode visualizar um único item, repita o processo com um grupo de três ou quatro. Observe-os com atenção antes de fechar os olhos e tente vê-los em sua mente.

concentracao 6

concentracao 5

 

 

 

 

 

 

           3. Agora você precisa experimentar com uma imagem mais abstrata.
   Pense em um lugar do qual se recorda, do seu passado recente ou distante.
   Não é necessário recordar os eventos específicos que ocorreram - apesar de não haver mal algum em fazê-lo - mas tente recriar aquele lugar, em sua imaginação, com o maior detalhe possível. Uma vez que faça isto com êxito, você nunca mais poderá alegar que possui uma imaginação visual pobre.
   Não espere que esta rotina aconteça da noite para o dia. Assim como um músculo enfraquecido necessita de exercícios repetidos, do mesmo modo a imaginação fraca. Mas ambos podem ser muito melhorados através da prática regular. 

    Pratique.

por Dalva Helvig Nikolak

concentracao 7

 

    Vamos considerar que todas as pessoas desejam conhecer a verdade.
    Qual verdade?
    A verdade de conhecer a si mesmo.
    Há quem diga que é simples.
    Pois conhecer a si mesmo é conhecer a Deus.
    Tudo é energia.
    A alma é um acúmulo de unidades de energia. Ela possui seu livre-arbítrio e quando o corpo a deixa, se individualiza, até o momento em que toma a sua decisão cármica sobre a nova forma em que se alojará.  Chamamos essa nova morada de reencarnação, que chamamos de vida após a morte e de vida antes do nascimento.
    Esteja em um local confortável e quieto.
    Pouca luz ou penumbra, se desejar.
    Certifique-se de não ser interrompido(a).
    Música suave, relaxante, em volume baixo.
    Acomode-se em uma poltrona, ou outro móvel que prefira.
    Inicialmente, leia todo o texto para depois você ter condição de executá-lo. Vá guardando os passos na memória, não seja rígido(a), não tem problema se esquecer ou saltar alguma coisa, lembre, ter a intenção já é suficiente.
    Por favor, feche os olhos.

termal 10

termal 2

 

termal 9

termal 5

    Vou pedir que você pense, imagine um rio, ou uma lagoa, ou até uma piscina, de água rasa, água límpida que até parece irreal, mas é real.
    Quero que você imagine, ou lembre, que essa água é morna, convidativa (como naqueles rios de água termais).
    Você, vagarosamente, porém decidido(a), se encaminha em direção a essas águas.
    Passos pequenos, em direção a água convidativa.
    Isso mesmo, vá.
    Chegue até a borda e desça de encontro a água morna; parece deliciosa.
    Pense, imagine que está imergindo e sentindo um delicioso prazer ao ser tocado(a) por essa carícia, quase indescritível.
    Sinta que sob os seus pés, há pedras pequenas e redondas que também os acariciam.
    A água possui uma densidade a qual você não está habituado(a), porém, ela te sustenta e você não afunda, mesmo que assim queira.
    Está um pouco escuro neste lugar.

VELA 2

    Mas você é prevenido(a) e levou consigo uma vela, e também fósforos ou isqueiro.
    Agora, com o pensamento, você acende a vela.
    Perto de onde você está, há um pequeno pedaço de terra e é onde você fixa a vela; pingue um pouco de cera derretida nesse chão e fixe a vela.
    Olhe para cima da sua cabeça.
    O céu está muito claro, a lua está muito iluminada e parece que passeia por aquele tapete de céu. O céu é real. A lua é bem verdadeira. É bem como eu me lembro, você pensa.
    Volte sua atenção para a vela acesa.
    Com o pensamento, olhe a chama tremeluzente; mantenha por um instante.
    Agora, perceba que um túnel se abre em sua mente. Ele vai crescendo, parece com uma caverna com espaço livre, sem qualquer obstáculo.

cordao 1

tunel 1

 

tunel 9

    É pensamento; parece físico.
    Agora a chama da vela, lentamente, se fundiu no espaço da sua mente.
    Parece que a chama e você são a mesma coisa, são uma coisa só.
    Seu corpo deixou de ter importância, seus braços, pernas, todo seu corpo parece já não ter forma física, está descansando tranquilo, seguro.
    O espaço e sua mente são um só.
    Agora, você flui para o espaço, sinta que flui para fora, o corpo descansando e você subindo, subindo.

cordao 3

cordao 7

cordao 4

 

cordao 8


    Seu corpo permanece na água morna e deliciosa, descansando, você também percebe isto. É real, você pode sentir.

    Seu espírito, sua mente sua alma, ou qualquer nome que queira dar, vai subindo para o espaço, cada vez mais alto.
    Você lembra que pairou acima do rio, da lagoa, ou da piscina, conforme a escolha do local que fez antes.
    Você está voando?
    Não, é mais suave que isso. Você flutua.
    Você flutua cada vez mais alto.
    Se quiser, aproveite e olhe para baixo e contemple a paisagem; reconheça tudo aquilo que há, aquilo que você já viu antes nesse local.
    Leve sua atenção para você, agora.
    É com grata surpresa que você vê que o seu corpo está preso a um CORDÃO DE PRATA e que o seu corpo ainda está na água morna e deliciosa.
    Você está bem consciente, bem acordado, como dizemos.
    Eu penso que está bom assim, não preciso ir mais longe.
    Antes de voltar, olho para o meu CORDÃO DE PRATA, ligado ao meu corpo, ele faísca no ar, está “aceso”, ele brilha, parece vivo (e está) e em movimento, como uma luz líquida a correr, registro em minha mente outras observações. O comprimento parece e é ilimitado. Ele é elástico, é flexível, mas sempre preso ao meu corpo.
    Minha visão, eu percebo, provém de alguma espécie de olho espiritual. Não é o mesmo que ver com os olhos físicos.
    Conscientemente, páro o meu vôo no espaço.
    De onde estou, posso perceber a curvatura da Terra e a escuridão do outro lado do globo.
    Vejo a Terra de cima e sinto um imenso amor por esse lugar que é o meu lar.
    Ao pensar nisto, vejo como se fossem faíscas, ou como cometinhas totalmente iluminados, descerem em direção a Terra, em direção ao meu lar. É uma bênção! São muitos, é uma chuva de cometinhas iluminados, meu coração se enche de júbilo e eu agradeço por estar ali, aqui, neste momento, participando deste milagre.
    Deus, os Céus, está abençoando o meu lar, a minha Terra.
    Eu sinto que há em mim duas formas. A forma do corpo lá embaixo e a forma do espírito que se eleva.
    Eu estou em dois lugares ao mesmo tempo. Aceito isso, integralmente.
    Agora, eu penso no meu corpo.
    Lentamente vou descendo, vou me orientando de volta ao meu corpo.
    Suavemente através do espaço, vou flutuando de volta à Terra, à terra firme.
    É suave, porém é rápido como o pensamento.
    Num contato bem suave, eu me fundo com o meu corpo.
    Meu corpo é confortável e é bem familiar.
    Sinto-me contente por estar de volta, no aqui e agora.
    Eu sei, que vou querer sair novamente.
    Pronto. Abra os olhos.
    Espero que com este exercício, possa começar (ou continuar) a sentir um pouco da felicidade e paz interior que estão bem lá no fundo de você e estão esperando para serem aproveitadas.

por Dalva Helvig Nikolak

em busca da felicidade

sono 2sono 1

sono 3

FELICIDADE E SONO PROFUNDO

    Assim como eu, acho que você às vezes, imagina se por acaso há uma espécie de técnica que possa usar para, rapidamente, sentir paz interior e felicidade profunda, mesmo quando ao redor o seu mundo esteja desabando.
    Ou então, quando está tentando pegar no sono e não consegue, porque a mente está muito agitada com muitos problemas, dos quais você não consegue se livrar. 
    Vamos lá, este exercício é fácil. 
    O processo inicial, é o mesmo de outros exercícios. 
    Esteja em um lugar confortável e quieto.
    Pouca luz ou penumbra, se desejar. 
    Certifique-se de não ser interrompido (a).
    Música suave, relaxante, em volume baixo.
    Acomode-se em uma poltrona, ou outro móvel que prefira.
    Primeiro leia o texto do exercício e imagine-se fazendo o que ele descreve, só depois “feche os olhos.”
    Pense, imagine o que o(a) tornaria, NESTE EXATO MOMENTO, a pessoa mais feliz do mundo.
    Não economize nos detalhes.
    Com os olhos da mente, veja como você está vestido(a). Posso supor que você está pensando em algo bem confortável, ou não; pode ser um traje bem chique, suntuoso. Hoje pode ser o seu dia de princesa, ou de um príncipe.
     Isso mesmo, exagere nas cores, nos tecidos; sinta a maciez do tecido que toca o seu corpo; o perfume que emana do seu corpo e das roupas.
    Coloque nesta cena, a pessoa que gostaria que estivesse com você agora, ou não; esteja sozinho(a) se preferir, lembre que você é a melhor companhia para você.
    Veja e sinta como é bom estar ali.
    Pense, imagine, como está o clima neste momento. Está calor ou friozinho; há uma leve brisa que gostosamente toca seus cabelos; é de dia ou é noite; sinta o perfume deste ambiente em que você está; pode ser um lugar fechado ou ao ar livre; deixe correr à solta sua imaginação e sinta os cheiros à sua volta; cheiro de flores, de frutas, de terra, outros. Perceba no que suas mãos estão tocando; sinta o quanto é agradável, prazeroso. Quem sabe? Há alguma música neste local, ou o silêncio é de ouro?
    Pense imagine, lembre, de todas e outras coisas que possam te fazer feliz.
    Crie esta cena em sua mente e espere.
    Lembre que você usou sua vontade e fantasia, tudo acaba se tornando tão real, que só pensar nisto, já te faz se sentir feliz.
    Quando relaxa, você começa a vibrar em uma frequência regular e não vai demorar nada para você cair em um sono profundo e reparador.
    Veja, quando você se concentra naquilo que o(a) faria feliz, automaticamente, produz uma frequência eletromagnética que opera em seu interior e literalmente, te aquieta e te preenche de um sentimento de paz interior.
    É, simplesmente, o predomínio da mente sobre a matéria.
    Por meio da concentração, ou da meditação, você está irradiando energia positiva que pode, em última análise, te levar apenas a um resultado: conseguir o que está pleiteando.
    A mente positiva é ilimitada.

    Confie. Está feito!!

    Agora sim, feche os olhos e comece o exercício.
    Repita sempre que precisar, ou desejar.

por Dalva Helvig Nikolak

 

ptenfrdees