A LIÇÃO DO FOGO

fogo M

fogo B

fogo A

A LIÇÃO DO FOGO

   Um membro de um determinado grupo, ao qual se reunia regularmente, sem nenhum aviso deixou de participar de suas atividades.
    Após algumas semanas, o líder daquele grupo decidiu visitá-lo. Era uma noite muito fria. O líder encontrou o homem em casa sozinho, sentado diante da lareira, onde ardia um fogo brilhante e acolhedor.

    Adivinhando a razão da visita, o homem deu boas vindas ao líder, conduziu-o a uma poltrona perto da lareira e ficou quieto, esperando. O líder acomodou-se confortavelmente no local indicado, mas não disse nada.
    No enlevo do silêncio que se formara, apenas contemplava a dança das chamas em torno das achas de lenha que ardiam.
    Após alguns minutos, o líder examinou as brasas que se formaram.
    Cuidadosamente selecionou uma delas, a mais incandescente de todas, afastando-a para o lado. Voltou então a sentar-se, permanecendo em silêncio e imóvel. O anfitrião prestava atenção a tudo, fascinado e quieto.      
    Aos poucos a chama da brasa solitária diminuía, até que houve um brilho momentâneo e seu fogo apagou-se de vez.
    O silêncio se faz mais profundo ...

fogo N

fogo Jfogo T

    Em pouco tempo o que antes era uma festa de calor e luz, agora não passava de um negro, frio e
morto pedaço de carvão recoberto de uma camada de fuligem acinzentada.
    Nenhuma palavra tinha sido pronunciada desde o cumprimento inicial dos dois amigos.
    O líder, antes de se preparar para sair, apanhou novamente o carvão frio, colocando-o de volta no meio do fogo. Quase que imediatamente ele voltou a incandescer, alimentado pela luz e calor dos carvões ardentes em torno dele.
    O silêncio se fez mais inspirador ...
    Quando o líder dirigiu-se à porta para partir, seu anfitrião disse: obrigado, por sua visita e pelo belíssimo sermão.
    Estou retornando ao convívio do grupo.
    Deus te abençoe!!

   A meditação é a arte suprema!!
    Meditemos!!

Autor desconhecido     

fogo H

 

ptenfrdees

Lembrete

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Não vá embora sem deixar seu comentário. Como vou saber que me visitou?

Eu sou Dalva Helvig Nikolak

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

    Falar da gente mesmo parece não ser uma das tarefas mais fáceis, mas para VOCÊ  que ficou interessado(a) em meu trabalho, vou me desvendar um pouco e contar como penso.
    Sou DALVA Helvig Nikolak, nasci no dia 31 de dezembro de 1950, em Curitiba-PR, Brasil.
    Autora do livro TARDE DEMAIS.  TARDE DEMAIS é uma experiência vivida em vidas passadas.
    Pois bem, sou Parapsicóloga, com curso de Pós-Graduação na Faculdade Integradas Espírita de Curitiba - Pr., em 1989. 

Leia mais...

Livro "Tarde Demais"

livro

Pensamento do dia

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Escolhas
“Viver é isto: ficar se equilibrando o tempo todo entre as escolhas e as consequências.”
              Jean Paul Sartre

 

Medite Brincando. É sério!

Assine Nossa Newsletter

Nome
E-mail *
 
 
 

Livros que li e recomendo

Ave, Cristo! Thumbnail

"Ave, Cristo! Os que vão viver para sempre te glorificam e saúdam!"Esse sublime estandarte, que centenas de almas radiantes seguravam no mundo espiritual, mártires do Cristianismo encontravam após os...

Renúncia Thumbnail

Em que constelação permaneceria Alcione, a alma de sua alma, vida de sua vida?A doce Alcione pede para voltar à Terra e acompanhar o grande amor de seu passado. Carlos, numa nova existência de...

Cinquenta anos depois Thumbnail

Somente os séculos de trabalho e de dor poderão anular os séculos de egoísmo, orgulho e ambição que nos conduziram à iniquidade!Passados cinquenta anos de sua trajetória como o senador Públio...

Há 2000 anos ... Thumbnail

Que são os milênios no relógio da Eternidade?A humildade do Espírito Emmanoel nos proporciona esta narrativa da existência carnal em que foi o orgulhoso senador romano Públio Lentulus e obteve...

Paulo e Estêvão Thumbnail

O Mestre chama-o, da sua esfera de claridades imortais. Paulo tateia na treva das experiências humanas e responde: -  Senhor, que queres que eu faça?   Depois de sete décadas de existência, o romance...